top of page

LIVE EM 7 DE SETEMBRO - 1ª PARTE






MANANCIAL DE LUZ

                                       

LIVE EM 7 DE SETEMBRO DE 2023

          

1ª PARTE:


MENSAGEM DE SANANDA EM 20.08.2023, ÀS 20:58h

 

Minha adorada irmã, abro o canal para Sananda.

No presente momento abrem-se as cortinas!


O Palco da Vida se faz presente!

                                                                 

Amada filha, presente estou!

Abro e efetivo!

Descortinamos os véus!

Abrimos aqui hoje este Palco da Vida!


Ireis, junto a mim, colorir as notas musicais de cada palavra com seus tons e cores vibracionais. Iremos juntos, nesta obra missionária, no despertar do alvorecer da vida.

Fizemos deste núcleo vibracional uma sinfonia. São luzes iridescentes que lampejam e imantam  este Palco da Vida e, nela, reluzem suas florescências diamantinas.

Reabro nesta orla primaveril este recanto do Puro Amor!

Entreabro nesta obra as facetas de cada pilar desse colossal monumento do Puro Amor: Manancial de Luz.


Em cascatas caem do céu seus flocos de luzes em formatos de rosas douradas e cor-de-rosa.

Caem, em florescentes luzes de todos os matizes, estrelas formatadas que cintilam e inebriam toda a natureza, que acolhe e recebe enaltecida por toda esta festividade!

Meus diletos filhos!

O Palco da Vida está ativado e cintilam suas luzes, que imantam as vidas e as encantam no solo, no ar e nas águas.

Ascendo aqui, neste poema do Puro Amor, o acalanto da Paz.


Eu vos dou a Paz!

Trago-vos a Paz!


Alento-vos destas Fontes de Luzes que, em descensão, permeiam a vida e nutrem-na.

O ouro reluz e está em um aparato reluzente desta nobreza da alma incandescente.

Nos cântaros destilam-se em luzes douradas, facetadas de diamantes cor-de-rosa, branco, amarelo, lilás, pérola e negro.

Venho vos dar aqui hoje este elixir sacramentado, no alento das luzes que orlam este palco.

Pirilampos e borboletas nesse jardim cerceiam esta obra.

Pássaros cantam suas canções matinais.

O céu desceu e aí está!

Todos são filiados a esta obra-prima neste Palco da Vida!


Os sonetos recebem o toque do violino, obra-prima da vida que reluz suas essências!

A teia da vida abre no palco vívido de Puro Amor!

Estamos em festa pela obra iniciada!

Dádiva eterna!

Portuário Sagrado!

Olhai para vosso interior e o fazei renascer!

Aí está o vosso tesouro interno, reintegrado nesta notória abertura.

Consagro-o e o abençoo!

Trago nesta Via de Cima o Palco da Vida: Manancial de Luz, Fonte das luzes que desceram!

Estas suprem as vossas vidas e as acalentam vidas após vidas, mistério sem fim.


Eis que se inicia a Fonte destas premissas como o álibi deste jardim, o Paraíso Celestial!

Somos um exército da Luz, do Amor, da Paz e do Bem!

Faremos a obra neste Palco da Vida.

Senti a vida, ela é vossa!

Inebriai-vos nesta obra Palco da Vida.


Senti o chamado de vosso coração!


É a Dança Cósmica vos trazendo, neste encanto primaveril, o aroma das flores neste jardim, paraíso eterno!

Abre-se aqui hoje no vosso coração, o toque, o impulso desta Fonte de Luz!

Estas essências irão inebriar e colorir vossas existências!

As luzes etéricas fazem desta missão, neste Palco da Vida, um convite:

Vinde!

Vossas vidas estão permeando-se neste oceano de luzes!


Flores que se abrem, perfumes que norteiam vossos recintos!

Caudais de bênçãos Celestiais envolvem o vosso lar!


Senti-vos amados!


Filhos amados, este poema enleva em cada palavra o vosso coração!

Traduzo aqui este álibi de consagrações com esta metáfora exemplificada: neste instante do aqui e agora, abriu-se o Portal da Vida nesta Fonte de Luz Manancial de Luz.


Exemplo: um deserto!

Nele vê-se areias e um infinito horizonte pulverizado de areias.

O sol escaldante se faz presente em seu caminhar.

Olhais o horizonte sem fim e sentis que é um  sonho receberdes uma sombra, sentar-vos e ter uma miragem:  um riacho ou um pequeno poço para vos lavar, descansardes e saciar-vos desta água.

Vos dei este exemplo.

A vida na Terra está como um deserto que o horizonte, infelizmente, permeia uma ilusão vívida.


Trago-vos o Cálice Sagrado.

Esta Tribo de Luz irá permear as luzes e estas estão no mesmo patamar vibracional de Shamballa, templo de luz etérea que vivifica e floresce todas as vidas neste planeta, inebriando-as de bênçãos celestiais.

Eis que orla, nesta notória obra missionária, estas vibrações, luzes desta Fonte de Luz Manancial de Luz!


Sois todos meus diletos filhos, meus convidados! Recebei estes alentos neste palco celestial!


Início!

Eis aí, filhos amados, o que vos prometi: o alento da Nova Morada!

É o celeiro interno que irá vos permitir acender a chama de vosso coração!

Nutri-vos desta Fonte e inebriai-vos!

Reabro aqui, nesta live, o Palco da Vida!


Diletos amados!

Vós sois muito amados por todos nós deste Oceano de Luz!

Sede bem-vindos!

Faço aqui hoje esta live de religação de vosso álibi sagrado no coração!

Iremos reabastecer os fracos. Iremos vos dar o impulso sagrado.

Sois nossos filhos e filhas!

Todos, sem distinção, sois meus convidados!

Desceu do céu, em caixas sacramentadas, toda a gama de bênçãos celestiais!

São as luzes em forma de saúde e abundâncias sacramentadas em farturas e abrigos.

São as portas que se abrem em uma intensa ativação.


Neste palco reluzem as luzes e florescem as descobertas das curas, das artes, das obras que se manterão em suas buscas por uma ordem mantida pelo respeito humano à vida!

Permiti vos colocar aqui esta nossa abertura nesta live.

Iremos ativar aqui este início.

São luzes que são acesas.

Faremos aqui, hoje, esta abertura!


Por que o poema?


Respondo: o Amor está no ar, nas águas, no solo, na natureza e em vosso coração!

Oficializo neste palco a obra do Amor Verdadeiro.


Eu Sou o Eu Sou.

Eu Sou Sananda.

Eu Sou Jesus Cristo.


Canalizada por Mara Furtado di Manancial de Luz.



Assista a vivência com Jesus!

Link abaixo


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


whatsapp-logo-icone.png
bottom of page